Governador do RN diz que massacre é ‘retaliação’ à rebelião em Manaus

0
191

Robinson Faria afirmou que pediu ao ministro da Justiça reforço de homens da Força Nacional e transporte aéreo para transferir líderes de rebelião.

O governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria, disse nesta terça-feira (17) em Brasília que o massacre na penitenciária de Nísia Floresta, que deixou 26 mortos no último fim de semana, foi uma “retaliação” à rebelião em Manaus, que ocorreu no começo do mês.

“Até hoje, nunca tinha havido um confronto dentro dos presídios entre PCC e Sindicato do Crime RN. Virou uma guerra. Começou no Amazonas, isso é uma retaliação. Essa briga não é do RN, é uma retaliação do que aconteceu no Amazonas, é uma vingança ao caso do Amazonas e aconteceu no meu estado, infelizmente”, lamentou o governador.

 fonte  Gustavo Garcia, G1, Brasília

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA