Temer: veto não significa que União vai abandonar estados

0
402

Presidente prevê queda do desemprego no segundo semestre

63455421_filein-this-dec-15-2016-file-photo-brazil_27s-president-michel-t

O presidente Michel Temer usou hoje um pronunciamento a jornalistas para explicar o veto parcial ao projeto de socorro aos estados — o texto vetado previa três anos sem pagamento das parcelas da dívida. Conforme o presidente, sem contrapartida dos governo locais com vistas ao reequilíbrio fiscal – a exigência foi retirada quando da aprovação dop projeto no Congresso -, a ajuda “seria inútil”.

— Isso não significa que vamos abandonar os estados — afirmou o presidente. Segundo ele, o governo federal fará negociações individuais com os entes federativos para saber quais as dificuldades, quais as contrapartidas oferecidas e o que a União pode fazer por cada um deles.

O Palácio do Planalto vetou parte do projeto de socorro aos estados, que previa uma ajuda extra para os entes em pior situação fiscal, sobretudo Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Minas Gerais. O veto ocorreu porque o governo acredita que o texto ficou desfigurado após o Congresso ter derrubado todas as contrapartidas de ajuste exigidas.

Praticamente ao mesmo tempo, o secretário de Fazenda do Rio Grande do Sul, Giovani Feltes, que havia se reunido com a secretária do Tesouro Nacional, Ana Paula Vescovi, afirmou que a equipe econômica descartou, no momento, um auxílio imediato aos estados com maior dificuldade financeira. Isso porque não há dispositivos legais que permitam uma ajuda emergencial.

Falando sobre desemprego, o presidente afirmou que o país deve superar a crise no ano que vem e que o desemprego deve começar a cair no segundo semestre de 2017.

— 2017 será efetivamente um ano novo, será um ano em que, se Deus quiser, vamos vencer a crise — disse.

Nesta quinta-feira, o IBGE informou que a taxa de desemprego no país atingiu 11,9% no trimestre encerrado em novembro, no maior desde o início da série histórica, iniciada em 2012. O número de desempregados atingiu 12,1 milhões.

Fonte: O Globo.

Marcas Exclusivas 728x90

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA