SEGUNDA NOITE DO CARNATAL TEVE 7H DE MUITA FESTA

0
293
Corredor da Folia do Carnatal 2016
Corredor da Folia do Carnatal 2016

A segunda noite do Carnatal 2016 foi um teste de resistência para os foliões. Isto porque o trio elétrico do bloco Vumbora!, o primeiro a sair da concentração às 18h30, apresentou problema no freio do trio logo na primeira volta do circuito, o que levou os blocos da segunda noite do Carnatal 2016 a fazerem o percurso da folia em 5 horas e até 7h de festa, quando o normal são de 3h30 a 4h de festa ao longo do percurso de 3 quilômetros, sendo 350 metros de corredor da folia.

“É a primeira vez que isto acontece comigo em 36 anos puxando trio elétrico. Vamos dar uma parada aqui, peço a compreensão de vocês e daqui a pouco a gente volta”, comunicou o vocalista Bell Marques aos foliões do Vumbora!, que compreenderam a situação enquanto o conserto durou cerca de 45 minutos, que em efeito cascata segurou os demais blocos, mas sem que seus vocalistas deixassem de cantar e tocar, pois já haviam iniciado seus percursos, saindo da concentração para a primeira volta.

Apesar do incidente, Bell não perdeu a simpatia com o público. “Foram sete horas de percurso e vocês foram maravilhosos. Batemos um recorde no Carnatal”, disse Bell aos foliões do bloco Vumbora! ao final de uma verdadeira maratona ao longo do circuito da folia, pois seriam os primeiros a finalizar o percurso e terminaram sendo o último bloco da noite.

Com o circuito paralisado para o conserto do trio do bloco Vumbora!, a produção do #Carnatal26 inverteu o sentido do acesso ao Corredor da Folia para o bloco Largadinho, puxado por Claudinha Leitte. Que entrou arrepiando para fazer a festa de seus 15 anos em 26 de Carnatal, pelo setor das arquibancadas.

Claudia Leitte ganhou um bolo temático dos fãs no camarim, além de um bandeirão estendido durante a passagem pelo corredor da folia. “Nunca vou esquecer a primeira vez que subi no trio aqui. Vocês não imaginam o quanto o Carnatal é importante para mim”, contou a cantora. A baiana trouxe os grandes sucessos da carreira, composta por nove álbuns desde o início do projeto solo. Os hits “Extravasa”, “Matimba” e “Dekolê” agitaram a noite.

O público foi a loucura com uma Claudinha Leitte, que usou um vestido laranja, esbanjou sensualidade com as pernas à mostra e as danças ousadas.  A festa pegou fogo no setor de camarotes, arquibancadas e Camarote Skol. Claudinha enveredou pelo funk e forró, pois teve que tocar por mais de 5 horas seguidas devido ao problema do trio do Vumbora!, ampliando o seu já eclético repertório.

Com o problema do trio do Vumbora! normalizado, o circuito retomou o seu sentido normal com acesso pelo setor de Camarotes particulares, com o ingresso de Durval Lelys ao Corredor da Folia animando a turma do Me Abraça.  Canções como “Quebra Aê”, “Vale Night” e “Ti pan pan” transformaram a festa em um verdadeiro “Reino da Folia”. E “Durvalino”, que  comemora 59 anos no dia 6 de dezembro, foi festejado pelos fãs, que cantaram os parabéns antecipadamente durante o percurso do bloco. Ao final de quase 6 horas puxando o trio do bloco Me Abraça Durval mostrou vigor e entusiasmo ao convidar sua galera para hoje, sábado (3), sair a partir das 19h para a segunda grande noite do bloco.

Na sequência vaio o cantor Léo Santana puxando o Swingaê. Com o repertório focado no trabalho “Baile da Santinha”, o vocalista enlouqueceu os fãs com os hits “Um tal de toma”, “Deboche” e “Abana”, que foi sucesso na edição 2015 do Carnatal. Assim como fez na quinta-feira (1), quando cantou no Camarote Skol, Léo apostou na mistura de ritmos e mostrou que está antenado com os sucessos do sertanejo, forró e funk.

Após 7 horas de percurso o bloco Vumbora! entrou para os últimos 350 metros  de Corredor da Folia por volta da 1h da madrugada desta sábado. Nem Bell, nem os foliões demonstraram cansaço. O cantor fez uma volta recheada de seus grandes sucessos: “Cabelo Raspadinho”, “Cara, Caramba”, “Vumbora”, numa sequência de tirar o fôlego, para finalizar com o hit, “Diga que Valeu”. “Valeu demais”, cantou o folião do Vumbora! numa noite memorável.

6375

Palco Skol e Camarote

Na Arena Carnatal, a animação da noite teve a presença da Banda Eva, liderada pelo vocalista Felipe Pezzoni. À frente do grupo baiano desde 2013, o cantor agitou o público e consagrou o encerramento da sexta-feira, já na madrugada deste sábado (3), às 2h30. Os foliões cantaram os grandes sucessos da banda, como “Vem, meu amor”, “De ladinho” e “Pequena Eva”, que tomou o vocalista de emoção em palco.

Já no Camarote Skol, a dupla Rafa e Pipo Marques mostrou um perfil eclético e sacudiu os foliões. No palco, músicas como “Se não puder voar”, “Se você fosse um peixinho” e a mais recente “Tô de boaça”, gravada no primeiro DVD da dupla, que contou com a participação de Wesley Safadão.

“Nos apresentamos quinta e hoje (sexta-feira), mas vamos cantar amanhã (sábado) no Palco Skol e no domingo vamos nos encontrar com o Safadão, que é nosso amigo. Vamos para o trio dele”, revelou Pipo, ao relatar sobre a parceria com o fenômeno do forró, que se apresenta no domingo de Carnatal, no bloco Vai Safadão.

Atraso

Com trio elétrico quebrado, a segunda noite de Carnatal atrasa 4 horas. Pela programação da Destaque, a segunda noite do Carnatal deveria ter iniciado às 18h30min e tinha término previsto às 02h00min. O trio puxado por Bell Marques, apresentou defeito na entrada do corredor e, sem funcionar, acabou impedindo que os demais blocos iniciassem o percurso.

Enquanto o conserto não acontecia, foliões chegaram a sentar ou deitar no chão à espera do início do evento, que até as 22 horas não havia oficialmente começado.

Foliões esperaram setados o conserto do trio do bloco Vumbora
Foliões esperaram setados o conserto do trio do bloco Vumbora

O trio Vumbora chegou a ser apagado e Bell, que no início da noite animava a “pipoca” acabou fazendo uma pausa nas músicas. O veículo só voltou a funcionar após as 22 horas e a previsão era que fosse o segundo a entrar no corredor da folia.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA